Measuring the Eco-efficiency of Brazilian Energy Companies using DEA and Directional Distance Function

Authors

  • Rodrigo Goyannes Gusmão Caiado Universidade Federal Fluminense https://orcid.org/0000-0002-3290-8385
  • Mozart Caetano Heymann UFF
  • Celso Luis Rey da Silveira Universidade Federal Fluminense
  • Lidia Angulo Meza Universidade Federal Fluminense
  • Osvaldo Luiz Gonçalves Quelhas Universidade Federal Fluminense

Keywords:

Renewable energies, Distributed power generation, Energy Efficiency

Abstract

This paper aims to measure the eco-efficiency of Brazilian energy companies in the period 2013-2017. Eco-efficiency is an indicator that reflects the maximization of economic returns and minimization of environmental impacts. The models that will be use are the classical data envelopment analysis (DEA) and the directional distance function (DDF) which has some advantages when including undesirable variables in efficiency calculations. The comparison between the results of the two models allows a comparative evaluation of the eco-efficiency of companies of the electric sector, combining desirable and undesirable outputs and shows that several companies have experienced significant changes in their efficiency scores as well as in their rankings considering the undesirable output. This indicates the importance of including the number of emissions as representative of the undesirable result in the calculation of the sustainable performance of the companies analyzed

Author Biographies

Rodrigo Goyannes Gusmão Caiado, Universidade Federal Fluminense

Rodrigo Goyannes Gusmão Caiado nasceu na cidade do Rio de Janeiro, Brasil. Possui graduação em Engenharia de Produção, mestrado em Engenharia Civil e doutorado em Sistemas de Gestão Sustentáveis pela UFF. Atualmente é pesquisador do Instituto Tecgraf da PUC-Rio. Tem experiência na área de Engenharia de Produção, atuando principalmente nos temas: Sustentabilidade, Indústria 4.0, Manufatura Enxuta e Gestão Sustentável.

Celso Luis Rey da Silveira, Universidade Federal Fluminense

Celso Luis Rey da Silveira, nasceu na cidade do Rio de Janeiro, Brasil. Possui graduação em Engenharia Química pela UFRJ e mestrado em Economia e Gestão da Inovação pela Universidad Politécnia de Madrid (UPM). Tem experiência na área de Políticas de Ciência, Tecnologia e Inovação, atuando na FINEP na avaliação de políticas.

Lidia Angulo Meza, Universidade Federal Fluminense

Lidia Angulo Meza nasceu em Lima, Peru. Fez graduação em Pesquisa Operacional, na Universidad Nacional Mayor de San Marcos – UNMSM (Peru), mestrado e doutorado em Engenharia de Produção, área de Concentração de Pesquisa Operacional, na Universidade Federal do Rio de Janeiro, Brasil. Atualmente, é professora do Departamento de Engenharia de Produção da Universidade Federal Fluminense. Artigos publicados nas áreas de Análise Envoltória de Dados e Programação Linear Multiobjetivo e é bolsista de Produtividade e Pesquisa do CNPq.

Osvaldo Luiz Gonçalves Quelhas, Universidade Federal Fluminense

Osvaldo Luiz Gonçalves Quelhas nasceu na cidade de São Gonçalo, Brasil. Graduação e Mestrado em Engenharia Civil pela UFF. Possui doutorado em Engenharia de Produção pela UFRJ Atualmente é Coordenador do Doutorado em Sistemas de Gestão Sustentáveis, professor do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção/UFF é bolsista de produtividade em pesquisa do CNPq

Published

2020-11-04
Bookmark and Share